Temperatura ideal – Parte 2 

Preciso nem perguntar a vocês que acompanham aqui se sabem que cada vinho tem umas temperatura ideal de serviço, né?

Cada vinho tem suas peculiaridades e, por isso, tem uma temperatura ideal para ser apreciado.

Vamos lá ver do que eu tô falando.

Vinho branco

Vinho branco é fresco, então bora valorizar isso? Nos vinhos brancos, é importante valorizar especialmente o seu frescor. Sendo assim, temperaturas mais baixas são mais interessantes. Cuidado: para não gelar demais e aquele perfume maravilindo do vinho ficar apagado.

A temperatura recomendada por especialistas para vinhos brancos é:

Brancos leves — 7°C a 9°C;

Late Harvest — 8°C a 12°C.

Rosés — 9°C a 12°C;

Brancos amadeirados ou envelhecidos — 10°C a 12°C;

Brancos licorosos — 10°C a 12°C;

Espumantes

Nada mais incrível do que aquelas borbulhas de amor ao longo da taça, né?

Se você servir um espumante quente você vai perder aquelas borbulhas de amor à luz da lua. Se você os servir quentes o gás carbônico se desprende mais rápido (chato, né?). Não queremos isso, então a temperatura recomendada por especialistas é:

Espumantes — 6°C a 8°C;

Champagnes Vintage/Miléssimé — 9°C a 12°C.

Tintos

Os tintos são mais exigentes, logo, não vamos errar com eles. Vamos pensar no momento? Eles têm grandes variações, são mais temperamentais E até mais sensíveis à variação de temperatura.

Não sirva um tinto em temperatura muito baixa do que o esperado dele, ele pode não ser tão agradável na boca, pois os taninos e a acidez não serão evidenciados. Logo, os prepare separados dos brancos que precisam de mais tempo para gelar. Entenda: tinto são em geral servidos em temperaturas mais elevadas do que os brancos.

A temperatura ideal para vinhos tintos é:

Late Harvest — 8°C a 12°C;

tintos leves (Beaujolais, por exemplo) — 12°C a 15°C;

Porto e fortificados em geral — 14°C;

tintos sem madeira e/ou jovens — 14°C a 15°C;

tintos médios — 15°C a 16°C;

tintos encorpados e/ou envelhecidos — 16°C a 18°C;

Porto Vintage — 16°C a 18°C.

Daí vão ter os puritanos pedindo explicações sobre temperaturas de armazenamento.

Para esses, lindos e maravilhosos e afortunados por uma adega climatizada, digo: Armazenem na temperatura de serviço e seu vinho estará tão bom quanto você o comprou. A evolução do vinho está diretamente ligada ao seu armazenamento, então tem muitas variáveis a considerar. Logo, deixe ele “parado” desde o momento em que o adquiriu e você terá um vinho mais “previsível” à ocasião em ele será servido.  Uma alternativa é mantê-lo isolado que  manterá características provavelmente idênticas às de compra.

Agora uma dica é sempre manter próximo ao concreto ou ao piso.

Explico, o vinho que se aproxima da temperatura do piso da sua casa ou do concreto que usa para aquele muro de pedra já resolvem  quando se trata de temperatura de vinho. Boa parte dos vinhos se comporta bem em temperaturas próximas às da terra.

E você, como tem armazenado o seu vinho?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s