Adriata Gastronomia

Faz tempo que não falo de restaurante e coisas assim por aqui, mas hoje eu preciso falar. Comigo hoje no Via Adriata Gastronomia. Pedi um talharim feito na manteiga de sálvia e uma picanha. E com picanha, nada melhor do que um Malbec. Pedi o rótulo Preciso, de Mendoza. Começando a falar da experiência, o restaurante tem um ar que combina informalidade e requinte. Extremamente charmoso, acho que é o termo mais adequado. Se bem que charme tem a ver com percepção. Mas senti esse clima que combina tão bem a formalidade e o charme. E uma música ambiente deliciosa … Continue reading Adriata Gastronomia

Fim de ano

É interessante observar a movimentação das pessoas nas ultimas horas que antecedem a virada de ano. Mas o que há de tão especial nesta mudança de horário? O que há de tão especial na mudança de 23:59 para 00:00? 2020 vai se despedindo e vai dando espaço ao novo ano, um novo ciclo que se inicia. Há uma energia diferente neste momento, as pessoas se enchem de esperança, fazem promessas, fazem pedidos, fazem apelos, fazem amizades, tomam decisões, decidem mudar de vida, mudar de emprego, mudar… Há, sem dúvida, uma força antropocêntrica que impulsiona o relógio nos últimos 60 segundos … Continue reading Fim de ano

Mateus Aragonez

Hoje eu quero te apresentar o Mateus Aragonez, esse vinho maravilhoso. De cor rosé salmão, com aroma fresco floral e algumas notas de furtas vermelhas, morango predominante, era o vinho favorito do Jimi Hendrix e do Papa João VI. Outra curiosidade sobre o Mateus é o formato da garrafa. Ela reflete o cantil usado por soldados da Segunda guerra mundial.  É perfeito para harmonizar com mariscos e peixes, saladas ricas e agridoces, comidas condimentadas em geral (harmonização por contraste), pizzas mais picantes ou massas de molhos mais ricos e sobremesas como pão de ló Red Velvet e tartes de furtas … Continue reading Mateus Aragonez

Falando de “terroir”

 “O terroir desse vinho é espetacular”, “que terroir maravilhoso”… e por aí vai. Você sabe o que é terroir? Nunca vi nem comi, eu só ouço falar… (rs). Brincadeiras à parte, se você já foi ao um encontro de confraria, tomou um vinho na companhia de algum bom entendedor de vinho ou mesmo deu um Google pra saber sobre algum vinho específico talvez tenha dado de cara com esse termo. A expressão “terroir” me causava medo por pensar que é algum conceito super abstrato ao qual eu jamais me familiarizaria por não ser rico, não viajar pras vinícolas europeias duas … Continue reading Falando de “terroir”

Como entender o rótulo de um vinho?

Gente, bora lá entender dos rótulos. Tem muita coisa que dá pra descobrir sobre o vinho já pelo rótulo. As pessoas são divididas em 2 grupos: as que sabem o que querem e as que não sabem o que querem. Se você é das que sabem o que querem, esse artigo é pra você. Se você é das que não sabem o que querem, esse artigo é pra você também. Por aqui você vai identificar as principais informações disponíveis no rótulo e escolher de acordo com suas preferências. O vinho é uma bebida que se diferencia das demais por sua … Continue reading Como entender o rótulo de um vinho?

Vinhos finos e vinhos de mesa

Depois que comecei a postar sobre vinhos no instagram algumas pessoas perguntaram sobre a diferença entre esses dois tipos de vinho: o chamados vinhos finos e os chamados vinhos de mesa. Vamos lá, a diferença principal é referente sobre o tipo de uva usado para cada tipo de vinho. Os vinhos chamados de vinhos finos são produzidos a partir de uma espécie de uva chamada Vitis Vinifera. São chamadas também de Uvas Europeias. Compostas de grãos menores e cascas mais grossas, exigentes de maiores cuidados no cultivo, as uvas desta espécie não se adaptam a qualquer tipo de ambiente e … Continue reading Vinhos finos e vinhos de mesa

Vinho não é complicado

Tudo bem que você não fale outro idioma tipo inglês (ainda, se bem que deveria), mas a vida com os vinhos pode ser tão simples quanto aprender inglês. Inclusive, o ideal é que não sinta nenhuma pressão ao descrever um vinho. Aliás, o bom mesmo é tomar o vinho e assim e tão somente aproveitá-lo. Descrever é pra posteridade, apreciar é pro tempo presente. Por outro lado, descrever um vinho é garimpar os recôncavos da história daquele rótulo e aquilo que o torna único. Precisa ser difícil? NÃO! Claro que não!! Os Sommeliers que me desculpem, mas às vezes encontro … Continue reading Vinho não é complicado